O processo de Alquimia é o poder de transformar uma emoção mais densa e elevá-la a uma oitava superior. Ver o que essa emoção negativa tem para me ensinar. Qual é o aprendizado, o antídoto incluído no veneno?

Se conseguimos colher o aprendizado, provavelmente essa perturbação/sintoma se dissipará. Porque o sintoma está só em função de trazer à consciência algum aprendizado de vida, que me ajude a desenvolver alguma competência, habilidade, capacidade ou virtude. E alguma mudança de estratégia de conduta com a percepção da vida.

Os sintomas são sinais para retificar a posição na vida.  A alquimia, portanto, tem a função de traduzir ou decodificar o que esse sintoma quer dizer.

Qualquer coisa que aconteça fora ou dentro da pessoa tem um impacto corporal. Partindo do corpo físico, iniciamos o processo da alquimia.

Cada sentimento possui uma frequência eletromagnética. A luz (fótons) tem uma frequência sútil e quando ela foca sobre os sentimentos, que possuem uma energia densa (sombra), sua frequência abrange e penetra os mesmos. A luz (percepção da mente superior ou da Consciência) inclui a sombra, lhe dá um lugar de pertencimento e por isso a transforma. Exemplo: o que era tristeza (fragmentação do ego) se transforma em alegria (consciência). Quando a tristeza se exclui e se separa do todo, pela mente dualista, ela se torna tristeza densa e pode adoecer o corpo. A dor física ocorre porque estamos afastando/excluindo algo de nós mesmos. Quando trazemos o entendimento do espírito, a sabedoria para o sentimento, ampliamos a visão e incluímos o que está excluído, mostramos que ele faz parte, ele se alivia, a mente que sofre se rende e se entrega à Consciência o poder de conduzir, então a vibração se eleva e se transforma, agradecendo sua inclusão no todo.

 

 

 

Atendimento ao Cliente
Suporte ao cliente
Não fazemos consulta por Whatsapp